MOSTRADOR.

....

Lady Bug Note Generators


Mais um dia.
Pela frente
Trabalho, surpresas, lutas.
Alegrias? Dissabores?
É um dia novo.
Não sei.
Mas eu te conheço, Mestre;
Toma-me e toma o meu dia.
É mais um dia - na graça;
E na frente – o meu Pastor.
*JESUS!








assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também



VISITANTES ON LINE.

....















..


terça-feira, 20 de agosto de 2013

INFORMAÇÕES ADICIONAIS.*



Adorei a dica...
O papel mais popular que existe na
cozinha tem mais utilidade do que
apenas ir ao forno.

1.Afiar tesoura e faca – O papel alumínio pode ajudar
você a recuperar aquela tesoura ‘cega’ que
há tempos está jogada de lado. Pegue um pedaço
de papel, amasse e use a tesoura para cortar
o papel. Repita o processo até 10 vezes, sua tesoura ou faca irá cortar tudo.


2.Adeus goteira – Apareceu uma goteira e não tem
como
arrumar no momento? Cubra o furo com papel
alumínio. Como ele é impermeável e moldável, irá
segurar se a chuva chegar.


3.Sem cheiro forte na geladeira – Ninguém gosta de
abrir a geladeira e sentir aquele cheiro forte da
cebola que não foi usada, não é? Então cubra a cebola
com filme plástico e depois com uma folha de
papel alumínio. Além do cheiro não sair, a
cebola ficar manterá sua umidade como se tivesse sido cortada no ato que for usar.


4.Economize ferro – Quer economizar ferro de
passar,
energia e suas mãos? Cubra a mesa de passar roupa com papel alumínio deixando a parte brilhante
para cima. Por cima do papel coloque um lençol ou
tecido de algodão. O alumínio irá refletir o calor e só de passar um lado da roupa o outro já ficará liso também.


5.Sem veda-rosca – o parafuso ou a porca não estão bem
encaixados? Enrole papel alumínio. Ele fará a pressão necessária para que fique tudo bem preso.


6. Se você, como muitas pessoas, sempre se pergunta
qual o lado do papel alumínio que se deve deixar em contato com os alimentos que vão ao forno, não se preocupe mais! Nós achamos a resposta! O lado correto é o lado mais brilhante por ser também a parte mais lisa. Assim a carne não irá grudar e tudo ficará bem assado.


8. Na maior limpeza – Pouca gente usa mas o papel
alumínio realmente serve como um ótimo protetor de sujeira no forno e no fogão. Forre o forno e fogão com
ele sempre que for assar, fritar ou fazer algo que possa sujá-lo.


9. Fruta fora da geladeira durando muito tempo – O
papel alumínio conserva a umidade natural das frutas, então se não quer mante-las dentro da geladeira você
pode envolve-las em papel alumínio que sua duração será tanto quanto se elas estivessem na refrigeração.


10. Limpa sujeira difícil – Grudou no fundo da panela
ou na assadeira e não sai? Amasse um pedaço
de papel alumínio e esfregue. A sujeira irá se soltar com facilidade.


Cone multiuso – Precisa de um funil ou mesmo de um saco
para confeitar? Faça com o papel alumínio. Ele é moldável e impermeável, assim ganha qualquer formato
e não suja suas mãos.
Com carinho,para você!




Substituindo ingredientes em suas receitas.

Um dos desafios de iniciarmos uma dieta de restrição
alimentar é a dificuldade de
encontrarmos ingredientes substitutos e,
quando os encontramos… sabermos o que fazer com eles. Nesta matéria, listamos os principais ingredientes encontrados em receitas e damos dicas sobre como eles podem ser substituídos por ingredientes alternativos.

Ao folhearmos um livro de receitas deliciosas, logo jogamos ele de lado, pois tudo que encontramos tem leite, ovos, manteiga, creme de leite e por aí vai. Você já fica pensando que o mundo acabou e que não terá como preparar nem um simples bolo! Essa é a sensação de quem tem que lidar diariamente com uma restrição alimentar, mas saiba que há sim, muitas possibilidades. Só precisamos sair da nossa zona de conforto, daqueles sabores que estamos acostumados desde pequenos, e nos dar a chance de inovar, conhecer o até então desconhecido. Você vai ver que na verdade não há mistério. Ingredientes que estiveram quase sempre ao seu alcance. Apenas não pensamos em usá-los.

Leite-.

Você pode substituir o leite de vaca por: Leite de coco –
dê preferência pela versão light, pois contém teor menor de gordura. Mesmo assim, tenha em mente que o teor de gordura do leite de coco é mais alto que o leite integral e é mais espesso. Para cada xícara de leite de coco, acrescente 1/3 de água. Leite de soja, de arroz, aveia, amêndoas ou castanhas – eles variam em teor de gorduras e podem ser mais ou menos espessos, dependendo da sua composição. De forma geral, eles podem ser substituídos nas mesmas proporções do leite comum. Para leites mais espessos, como é o caso de algumas bebidas vegetais que recebem espessantes na sua elaboração, você pode acrescentar 1/4 de xícara de água para cada xícara de leite usada na receita.

Suco de frutas –

ideal para usar como substituto do leite em bolos e tortas. De forma geral, você pode usar na mesma proporção do leite da receita original. Leite baixa lactose – para quem tem intolerância à lactose, o leite baixa lactose é uma ótima opção já que ele é igual ao leite comum, apenas com o fato de ele ter passado por um processo de hidrólise da lactose.

Iogurte-.

Iogurte de soja – hoje temos algumas marcas que você encontra nos supermercados Iogurte sem lactose – há pelo menos duas marcas de iogurte à base de leite animal sem lactose: Casa da Ovelha e Lacfree. Leite de aveia com limão – bata no liquidificador ½ xícara de aveia em flocos com 300 ml de água quente. Coe e adicione suco de 1 limão pequeno. A textura não será a mesma, mas o sabor lembrará o iogurte. Uma boa opção para usar em receitas como molhos para saladas ou para uso em bolos e tortas. Iogurte caseiro - vc pode utilizar lactobacilos em sachê e preparar o seu iogurte com leite baixa lactose ou leite de soja.
Saiba mais>

Manteiga-.

É sempre bom lembrar que para quem tem intolerância à lactose, a manteiga pode ser usada nas suas receitas, pois ela não contém teores significativos de lactose. (Leia nossa matéria sobre o tema). Para quem precisa ou deseja fazer a substituição, seguem algumas sugestões. Creme vegetal – para quem tem alergia às proteínas do leite de vaca, os cremes vegetais, em geral, não contém leite em sua composição, mas verifique sempre o rótulo do produto. Algumas das marcas mais conhecidas são Becel Original, Qualy Vita e Soya. Óleo vegetal – esta é uma opção segura para os alérgicos ao leite. Para cada colher de sopa de manteiga (12g) você pode usar 1 1/2 colher de sopa de óleo-.

Ovo-.

Os ovos são ingredientes mais complexos de serem substituídos. Eles têm papel importante em muitas receitas que não podem simplesmente serem deixados de lado. Em outros países, já é possível encontrar uma mistura pronta para substituição de ovos, bastante usada por alérgicos e veganos. Enquanto este produto não chega no mercado nacional, você pode substituir ovos em receitas que levem de 1 a 2 ovos e que eles não representem uma quantidade significativa em relação a quantidade total dos ingredientes de sua receita. Opção 1: Substitua 1 ovo por 1 ½ colher de sopa de água + 1 ½ colher de chá de óleo + 1 colher de chá de fermento químico em pó. Opção 2: Substitua 1 ovo por 1 colher de sopa de farinha de linhaça misturada com 3 colheres de sopa de água (misturar e deixar descansar por 2 minutos antes de adicionar à receita) Opção 3: substitua 1 ovo por 4 colheres de sopa de tofu amassado com um garfo e uma colher de chá de fermento químico em pó Para substituir apenas claras: substitua a clara de 1 ovo por 1 colher de sopa de agar-agar dissolvida em 1 colher de sopa de água. Misture bem, deixe descansar por 15 minutos e misture novamente antes de adicionar à receita.

Creme de leite-.

O principal substituto do creme de leite, hoje, é o creme de soja. Ele pode ser usado na mesma proporção do creme de leite. Porém, dependendo do tipo de receita, o sabor da soja pode ficar acentuado e o resultado não ficar bom. O ideal é que o creme de soja seja sempre usado em receitas onde haverá outros ingredientes de sabor marcante para suavizar o sabor da soja. O chantilly vegetal pode ser usado em algumas receitas doces que levam creme de leite. Você pode usar o chantilly em cremes, mousses ou tortas geladas. O resultado é muito bom e o sabor delicioso.

Queijo-.

Queijos sem lactose são uma ótima opção para você usar em pizzas, massas, sanduíches Tofu, para aqueles que ainda não experimentaram, é uma boa alternativa para fazer pastas, usar em quiches e em outras receitas. Ele não derrete como os queijos de origem animal, mas pode ser usado em receitas que vão ao forno ou em receitas frias.

Farinha de Trigo-.

Para os celíacos, usar substitutos para a farinha de trigo é fundamental. Mistura de farinhas sem glúten para uso geral: 1/2 xícara de farinha de arroz + ¼ de xícara de fécula de batata + ¼ de xícara de polvilho doce Mistura de farinhas sem glúten ideal para uso em tortas e crepes: 1 ¼ de xícara de farinha de soja ou de grão de bico + 1 xícara de araruta ou amido de milho ou fécula de batata + 1 xícara de polvilho doce + 1 xícara de farinha de arroz.

Uso de goma xantana ou de goma guar-.

Para que suas receitas com farinhas sem glúten funcionem, a goma xantana ou guar são essenciais para dar liga à massa. Adicione ½ colher de chá de goma xantana ou guar por cada xícara do míx de farinhas que você preparar quando este mix for usado para bolos, biscoitos, muffins e similares. Adicione 1 colher de chá de goma xantana ou guar por cada xícara do mix de farinhas sem glúten para preparar pães, massa de pizza e outras massas que levem fermento biológico na receita. Agora, é mão na massa!
Fonte:http://www.semlactose.com/index.php/2011/10/20/substituindo-ingredientes-em-suas-receitas/




**A PASTA AMERICANA E SEUS SEGREDOS.**
Ingredientes.

O equilíbrio dos ingredientes faz toda a diferença. Como também o uso de medidas corretas, textura, densidade e até temperatura, influi no resultado final da pasta americana.

Água:

Utilizar a quantidade indicada, sem acrescentar ou reduzi-la.

Margarina:

Aconselha-se a utilizar as margarinas destinadas à culinária, as chamadas “Forno e Fogão”, “Culinária” e etc … porque são elaboradas para uso culinário, e portanto possuem uma quantidade de água reduzida em relação às margarinas comuns. Caso não encontre este tipo de margarina, o melhor é optar por uma margarina que possua um alto teor de lipídeos, de 80% de lipídeos, a 65-70% .

Outra dica importante em relação à margarina, ou gordura vegetal, é utilizá-la em temperatura ambiente, porque se ela estiver gelada, pode acontecer de você deixa-la em banho maria por mais tempo que o normal para poder derretê-la totalmente, e este “tempo à mais”, faz parte da água evaporar, desequilibrando a quantidade correta dos ingredientes, e assim prejudicando o resultado final da pasta.

Gelatina:

Utilize gelatina sem sabor e incolor. Não esquente a água do banho-maria antes; a gelatina hidratada pode ser neutralizada. O banho-maria deve começar do frio para o mais quente e não diretamente no quente.

Glucose:

Aconselha-se utilizar a glucose branca. Embora o produto chamado “Karo” seja uma glucose, ele tem textura e densidade diferentes, enquanto que a glucose branca, costuma ser mais densa e menos líquida.

A quantidade aqui é muito importante, pois apesar de ser 1 colher de sopa, ela precisa estar com a medida correta.
Deve-se usar medidas padronizadas.
Açúcar impalpável:

Ele é diferente do açúcar de confeiteiro .O açúcar impalpável é o que tem adição de amido de milho na sua composição.

A quantidade do açúcar vai variar conforme a quantidade dos outros ingredientes. Logo, não se pode afirmar a quantidade exata que a receita utiliza. Entretanto, para se saber o ponto certo da pasta, vá acrescentando o açúcar aos poucos. Colocar aproximadamente 350g a 400gr de açúcar. Adicionar a quantidade necessária enquanto for amassando. No início a massa apresenta-se grudenta.

Conforme for recebendo mais açúcar, a pasta vai tomando forma.
Quando os dedos ficarem marcados nela, sem que ela esteja grudando mais nas mãos, é hora de parar de acrescentar o açúcar, pois já atingiu o ponto ideal.

Quanto mais sovar a pasta, mais macia e elástica ela ficará.

Aplicação:

A pasta feita para cobrir o bolo, deve ser utilizada prontamente: fez a pasta, cubra o bolo imediatamente, caso contrário ela perde a textura ideal e pode “rachar” com mais facilidade.

Após cobrir o bolo com a pasta americana, não se deve armazená-lo na geladeira. A cobertura umedece e estraga. Porém se sobrar pasta, pode-se guardar o restante em saco plástico bem fechado e em local seco e fresco (Tendo o cuidado para que a mesma não receba umidade). Ela tem durabilidade de aproximadamente 15 dias. Muitos recomendam não colocar na geladeira, para evitar pegar umidade.

Reutilização:

Depois de alguns dias, quando quiser reutilizar a pasta que foi feita dias atrás, ela estará seca e mais dura. Colocar a mesma no micro-ondas por 3 à 6 segundos com 1 colher de café da margarina, ou da gordura hidrogenada, que foi usada para fazer a pasta, e amasse (sovar) bastante até voltar a ter a mesma textura. Repita este processo até que ela fique boa de novo. Não precisa adicionar mais açucar.

Tingimento:

Pode-se usar 3 tipos de corantes para tingir a pasta americana:
anilina (corante) comestível, gel e líquido e em pó.

Corante em gel:

Com um palito de madeira, ou de plástico, aplicar o corante na pasta.
Amasse bem a pasta até incorporar todo o gel. Repita o processo até obter a cor desejada. A anilina em gel é muito concentrada, portanto, para as cores claras, deve-se tomar o cuidado de não colocar gel demais, porque a cor poderá ficar mais escura que o desejado.

Corante líquido:

Utilizado apenas com aparelhos de tingimento, conhecidos como “Aerógrafos”.

Corante em pó:

O dourado, prateado e perolado, existem apenas na versão em pó. Para incorporar a massa é necessário diluir o mesmo no álcool de cereais, ou em qualquer outra bebida branca que contenha alcool, e aplicar com um pincel no local desejado.
O mesmo vale para todas as cores de anilina em pó.

Cola:

Para colar a decoração feita em pasta americana, sobre um bolo coberto também com pasta, usa-se água em pequena quantidade através de um pincel, desde que a flor/figura que esteja sendo colada ao bolo, não esteja seco, caso contrário apenas o glacê real poderá servir de cola.
Portanto, deve-se colar com glacê real, as figuras, flores ou qualquer outro adereço feito em pasta americana que já estejam secas na hora da aplicação no bolo.

Dicas:

Quando sei, que não vou usar a pasta americana de imediato, eu a faço com a metade do açúcar recomendado. Guardo em saco plástico bem fechado dentro de pote também fechado para evitar a qualquer custo a umidade. No dia que vou usá-la, retiro-a da geladeira, espero ficar em temperatura ambiente e daí acrescento o restante do açúcar que faltava até dar o ponto. Não coloque açúcar demais; isso provocaria o rachamento da pasta.

A pasta americana não deve ser exposta à umidade.

Antes de colocar a pasta americana no bolo, passe por todo o bolo uma fina camada de glacê real. Isso servirá como uma espécie de cola para a pasta e dará melhor acabamento.

O bolo pronto não deve ser guardado na geladeira para que não haja alteração na consistência da cobertura.

Procure utilizar essências neutras, como a de baunilha, para não anular o sabor do bolo ou combine a essência com a massa do bolo. A melhor essência para pasta americana é a de amêndoas.

Glucose é o açúcar extraído do milho, transparente e com sabor menos doce que o açúcar da cana. O açúcar impalpável, um tipo de açúcar de confeiteiro de textura mais fina, é fundamental para o bom resultado da receita.

A coloração com corantes em gel, é mais eficaz. Acrescente o corante e amasse bem até obter uma coloração homogênea. Ao aplicar corante preto ou vermelho, deixe a massa descansar até obter as cores.

Nem a pasta americana e nem o glacê real devem ficar à luz, pois podem desbotar quando coloridos.

As diferenças climáticas (local seco ou úmido) alteram a quantidade de açúcar usada.

A mistura de uma receita de pasta elástica com meia receita de pasta americana é ideal para fazer drapeados em bolos artísticos.

Pesquisa em diversas fontes especialmente para você.
Fonte:http://www.receitasdemae.com.br/receitas/a-pasta-americana-e-seus-segredos/#ixzz297AUp52W

Nenhum comentário:

Postar um comentário